Comunidade protesta contra fechamento de escola na zona rural de Nova Hartz

  • 23/06/2022

Prefeitura diz que os 34 estudantes serão transferidos para outra instituição, com o fim das turmas com alunos de diferentes séries. Pais temem mudanças na rotina dos filhos e perda de referências. Comunidade protesta contra fechamento de escola em Nova Hartz Luís Henrique Andrighi/Divulgação O anúncio do fechamento de uma escola da zona rural de Nova Hartz, a 70 km de Porto Alegre, mobilizou estudantes, pais e professores contrários à medida. De acordo com a comunidade, a decisão deve afastar alunos da Escola Albino Zimpel já no início do segundo semestre do ano letivo, previsto para agosto. De acordo com a Prefeitura de Nova Hartz, as turmas da Escola Albino Zimpel são multisseriadas, ou seja, alunos de diferentes anos estudam juntos, e que isso irá mudar com a transferência dos 34 estudantes da instituição. O município promete melhorias na estrutura de atendimento e garante a disponibilização de transporte para as crianças. Leia a nota completa abaixo. Nagiara Araújo Bastos é mãe de uma menina de seis anos que estuda no primeiro ano. A família vive a 300 metros da Escola Albino Zimpel e está preocupada com a mudança para uma instituição a mais de 3 km de casa. Segundo ela, outras famílias vivem distantes até 10 km dos novos colégios. "Eles [a prefeitura] alegam que a escola é pequena, que tem muitos gastos. Mas, até agora, ela foi ótima, as crianças têm um ótimo ensino. É um ambiente muito familiar", diz. Gabriela Schmidt mora na comunidade e tem uma ligação de sangue com a escola. Quatro gerações de sua família estudaram no local. Hoje, seus dois filhos têm aulas na instituição, que é uma referência da localidade do Morro de Canudos. "Essa escola existe há 54 anos. Meu avô abriu uma sala para dar aulas para os filhos dele e as crianças da comunidade. Já um vizinho doou as terras para fazer a escola." Escola na localidade do Morro de Canudos, em Nova Hartz Luís Henrique Andrighi/Divulgação Segundo Nagiara, as crianças já estão sofrendo com o anúncio das mudanças. A rotina das famílias deverá ser alterada, explica a mãe da estudante. Outra preocupação é com o ambiente escolar, mais voltado à natureza e aos hábitos rurais na atual instituição. "As crianças vão ter que acordar mais cedo. Minha filha acorda 6h30. Na nova escola, o ônibus vai passar mais cedo. A escola que eles apresentaram é linda, mas lá eles estarão no concreto e aqui eles estão na natureza", lamenta. A diretora da escola, Elane Alff Martins, ressalta a mobilização dos moradores, afirmando que a instituição "tem uma representação história muito especial para a comunidade". Contudo, ela observa a necessidade de reparos e manutenção no imóvel, o que não seria problema com a transferência para outro local. Nota da Prefeitura de Nova Hartz: "Tal decisão se justifica pelas motivações abaixo: Primar pela qualidade do processo de ensino/aprendizado educacional, considerando que as turmas deixarão de ser multisseriadas, e passarão a ser turmas regulares, ou seja, uma turma de cada série, com um (a) professor (a) equivalente para atender; Essa nova escola oferece infraestrutura, capaz de acomodar adequadamente todos os alunos da EMEF Albino Zimpel (que hoje possui 34 alunos matriculados) e, ainda, abranger alunos da localidade, em especial, dos bairros Arroio da Bica e Vila Nova, podendo acomodar cerca de 300 alunos. Salienta-se que a EMEF Professor Luiz Trezzi possui a mesma planta da EMEF Pastor Wartenberg, que, em sua organização, comporta, atualmente 272 alunos; Também haverá oportunidade de oferecer aulas de Educação Física e Arte, com professor habilitado na área; hoje não é possível, pela dificuldade de fechar a carga horária do professor, e, além disso, tem a questão de ser de difícil acesso, e isso também impossibilita que os profissionais aceitem ir trabalhar no local; Outra melhoria, será a oferta de Sala de Atendimento Especializado, para auxiliar os alunos de inclusão e diversidade, que também passarão a contar com o projeto de recuperação de aprendizagem, implantado em todas as escolas para amenizar os efeitos da pandemia na aprendizagem, assim como os demais projetos que as escolas com turmas seriadas conseguem oferecer nas outras escolas da rede; Mesmo que a Escola Albino Zimpel esteja localizada na Zona Rural, salienta-se que não há nada que caracterize a escola como tal, uma vez que a mesma segue o Regimento Padrão do Município, assim como a grade curricular e não há disciplinas voltadas ao meio rural. Além disso, muitos pais, apesar de residirem na zona rural, têm sua rotina estritamente ligada à zona urbana, uma vez que trabalham nas indústrias lá localizadas; Para o deslocamento dos alunos até a escola nova, será oferecido transporte escolar, assim como já é feito atualmente, inclusive, com o mesmo motorista que faz o roteiro hoje e, também, com monitor de transportes." VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/06/23/comunidade-protesta-contra-fechamento-de-escola-na-zona-rural-de-nova-hartz.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Bad Religion

Cyanide

top2
2. Jack Johnson

Flake

top3
3. THE CULT

She Sells Sanctuary

top4
4. The Smiths

This Charming Man

top5
5. V.Spy V.Spy

Clarity Of Mind

Anunciantes